Amiga pra todas as horas




Li vários contos aqui. Uns veridicos,outros nem tanto. Apesar de muito tímida,senti vontade de dividir com vocês uma experiência deliciosa que tive. Conheci Andréia dois meses depois do meu divórcio. Era uma amiga e tanto,damiã muito bem ao meu ego. Dizia-se apaixonada por meus olhos e fascinada por meu país natal. 
"Nossa! Você é uma raridade. Negra dos olhos claros. Quisera eu ser tão bonita como você." E ela era. De fato era um mulherão capaz de deixar muitos homens de queixo caído. Beleza tipo padrão europeu: branquinha,alta magra,pernas esguias,seios médios e firmes... Aquela mulher me causava um tesão que até então,homem nenhum havia conseguido. Certo dia as,vésperas de uma viagem que ia fazer a Moçambique,pedi a ela que viesse em casa me ajudar a fazer as malas. Ela prestativa como sempre,veio para dormir. Altas horas,cansadas de tanto bater papo,disse a ela que iria tomar um banho pra podermos dormir,fazia muito frio. Então ela sugeriu " vamos tomar juntas,assim nem percebemos o frio que tá" . Concordei. Afinal,qual o mal em duas amigas tomarem banho juntas? Eu estava com um vestido floral e calcinha,sem sutiã, sem demora os tirei. Andréia começou a desabotoar a blusa e meus olhos seguiram suas mãos,agora a calça...usava uma calcinha fio dental,era tão fina e apertada que a parte de trás sumia no rego do cuzinho.quando tirou vi sua bucetinha,estava lisinha.era gordinha e o grelhinho saía para fora dos lábios. Tirou o sutiã e eu pude ver seus peitinhos. Os bicos eram grandes e rosados.senti vontade de morde-los e acaricia-los com a língua. Me senti suja em ter pensamentos como aquele mas,não conseguia tira-los da cabeça. Entramos no chuveiro e eu não conseguia tirar os olhos do corpo de Andréia,aquela altura ela já tinha percebido mas,não parecia se incomodar,ao contrário ia se soltando cada vez mais. Ela chegou mais próximo ainda a mim e me disse "seus seios são lindos! Grandes com esses bicos pequeninos. Eles quase não aparecem." começou a massagear o bico de um dos meus seios com os dedos,abaixou-se devagar e passou a mamar no outro. Fui a loucura naquela hora. Minha bucetinha tava encharcada,não sei ao certo se da água ou de tesão.soltei um gemido alto e disse"Menina...não faz isso!" ela respondeu "Ninguém vai saber. Se você não contar,eu não conto".desliguei o chuveiro e fui beijando sua boca e guiando-a para minha cama onde ela voltou a mamar meus peitinhos. O tesão que sentia era tão forte que não pensei mais nada, Segurei Andréia pelos longos cabelos vermelhos e coloquei sua cabeça entre minhas pernas abertas. Gemendo"Me xupa sua vagabunda tesuda!" Ela lambia meu grelhinho e enfiava o dedo num vai e vem na minha grutinha depois chupava."Me xupa também!" Deitei por cima dela num 69 chupava aquele grelho grande e gostoso e enfiava a língua dentro da sua grutinha linda. Ela me xupava e me chamava de "Minha vadia gostosa"Gozamos as duas juntínhas. Ficamos ali horas em silêncio pensando no que tiamos feito,com medo de que a amizade terminasse ali. Por fim ela me disse " O que tiver de ser será. Foi gostoso e quero fazer mais vezes." "Adoro essa mulher"rsss... Essa foi a primeira de várias fodas que tive com Andréia. Se gostarem conto mais em outra oportunidade. Não esqueçam de comentar! Beijos

Postar um comentário

Designed by OddThemes | Distributed by Gooyaabi Templates