Consolando Minha Nova Amiga ( lésbico )


Nos meus primeiros meses de faculdade já fiz muitas amizades novas, só que a mais especial com certeza é a Fabi, uma morena linda. Me sentei do lado dela desde o primeiro dia, e desde então começamos a conversar, e viramos amigas, até já saímos juntas. Dia desses notei que ela estava bem triste e calada, e perguntei do que se tratava; mas ela respondeu que não queria falar sobre o assunto ali na sala de aula. Eu iria conversar com ela no intervalo, mas uma garota me pegou de conversa e não teve jeito. Voltando à sala, pedi que após a aula ela me acompanhasse até minha casa, que fica perto, e me contasse o que houve. Ela aceitou e viemos para minha casa; não tinha ninguém em casa naquela hora, o que deixou ela mais à vontade pra desabafar comigo. Me sentei no sofá da sala, e pedi para ela se deitar, colocando a cabeça no meu colo. Ela chorou por alguns minutos, sem dizer nada, enquanto isso eu acariciava os cabelos e o rosto dela. Depois de chorar, ela me contou o que tinha deixado ela tão triste: o cara com quem ela namorava desde os 12 anos de idade chegou pra ela do nada dizendo que iria trocá-la por outra, como se fosse a coisa mais natural do mundo. Por isso ela estava tão arrasada; ela me disse que nem tinha dormido à noite, pois não conseguiu, e por isso estava morrendo de sono. Daí eu insisti pra ela descansar um pouco no meu quarto; ela se deitou e dormiu rápido. Fiquei fazendo alguns trabalhos na sala enquanto ela dormia, e de vez em quando abria a porta para ver como ela estava. Ela acordou no meio da tarde, e como estava fazendo calor, recomendei a ela que tomasse um banho no meu banheiro, que ela iria se sentir bem melhor. E lá foi ela, entrou para o banho e ficou por uns 15 minutos; ao fechar o chuveiro ela me chamou; eu tinha esquecido de dar uma toalha para ela. Fui até a gaveta e peguei uma, e abri a porta do banheiro. Ao abrir a porta me deparei com ela obviamente nua, mas eu não imaginava que fosse olhar pra ela com segundas intenções. Fiquei excitada ao ver o lindo corpinho dela todo molhado; a olhei de cima a baixo, com vontade de ficar nua também e levá-la para a cama. Mas no momento o que eu fiz foi voltar e pegar mais uma toalha, para o cabelo dela. Voltei e fiquei parada na porta, observando ela secar seu corpo; quando terminou, pedi que viesse comigo que eu secaria seu cabelo. Ela se sentou aos pés da cama, ainda pelada, e eu atrás fui secando seu cabelo, delicadamente. Chegou num certo momento que eu não resisti; aquela pele linda e macia me convidou a dar um beijinho no ombro dela. Daí não parei mais, passando para o pescoço e chegando até as bochechas dela, que não esboçou reação contrária. Na verdade o que ela fez foi se virar para mim e olhar nos meus olhos, como se aquele olhar dissesse: "me beije". Foi exatamente o que eu fiz, levei minha boca até os lábios carnudos dela e nos beijamos, de forma lenta, aproveitando cada cantinho da boca uma da outra. Fizemos uma pequena pausa, e eu tirei as minhas roupas, enquanto isso ela se deitou na cama à minha espera. Voltei a beijá-la na boca, e fui descendo,

 afim de explorar seu corpo; cheguei aos seios, nos quais fiquei por um longo tempo, chupando e passando a língua pelos biquinhos, deixando-os molhadinhos com minha saliva. Quando senti que era o momento certo decidi descer mais um pouco, chegando perto da bucetinha. Primeiro procurei explorar as coxas e as virilhas, com beijinhos e lambidas, até que finalmente cheguei à xaninha linda dela, com pelinhos pretos, bem aparados, e bem convidativa para uma chupada. Com a pontinha da língua, estimulei o clitóris dela por alguns minutos; ela gemia com muito prazer e me pedia para não parar; até que ela gozou, pude sentir o gostinho delicioso. Ela quis me retribuir o prazer; fiquei de 4 ao pé da cama, e ela, ajoelhada no chão, chupou minha buceta com muita habilidade, nem parecia a primeira vez. Eu gemendo, e muito excitada, pedi pra ela enfiar o dedo no meu cuzinho enquanto chupava minha buceta. Antes disso, ela deu umas lambidinhas nele, o deixando piscando de vontade, e então enfiou o dedo, me fazendo gozar rapidamente. Depois ela disse que era hora de ir embora e foi, mas dias depois ela me perguntou se eu estava disposta a fazer de novo, e eu respondi que sim, sempre que ela quisesse. Desde então sempre nos encontramos na casa dela ou na minha; sempre fazemos novas posições, usamos brinquedinhos e nos acabamos de tanto prazer. Posso garantir que fiz ela esquecer o canalha do ex-namorado rapidinho

Postar um comentário

Designed by OddThemes | Distributed by Gooyaabi Templates