Meu negão gostoso




Olá eu sou a Jully, 20 anos, bissexual. Vou relatar uma história que aconteceu há algum tempo.
Como já disse, sou de Maricá-RJ. Maricá é uma cidade de praia, montanhas e cachoeiras. Eu moro na parte da praia. Aqui na parte litorânea tem muitas casa de veraneio. 
Um dia, caminhando pela praia, avistei um homem de 180m, forte, negro e lindo. Ele aparentava ter uns 28 anos. Continuei caminhando até passar por perto dele. Enquanto passava por ele, percebi que ele não desgrudava os olhos de mim, mas precisamente dos meus seios. Sempre tive um corpo bonito, não sou gorda, nem magrela. Tenho um pernão e um peitão.

Continuei minha caminhada. Ao retornar, percebi que o cara gostosão já não estava na areia. Ele estava agora, em frente a uma dessas casa que se algum pra verão. Fui me aproximando mais perto do lados das casas para que ele me visse. Estava me aproximando dele, e resolvi puxar assunto. Perguntei algo sobre as horas. Ele muito simpático me respondeu. E estendeu o assunto sobre a vizinhança, disse que estava de férias, mas queria comprar uma casa pela região. Revelou que seu nome era Miguel. Conversa vai, conversa vem, ele me chamou para entrar e tomar uma cerveja e logo aceitei. Pois não via nenhuma mal.

Entramos na casa dele. Era uma casa bem espaçosa, tinha um estilo rútico, muito linda. Passamos por um corredor até chegar num sala. Sentamos e começamos a conversar sobre coisas pessoais. E de repente, já estávamos conversando sobre coisas bem intimas. Miguel não tirava o olho do meu corpo. E nem eu do corpo dele. Percebi que por dentro da sunga, pelo volume, ele tinha um pirocão, que já estava ficando duro devido ao conteúdo das conversas.

Numa hora, ele se levantou e disse que iria pegar mais cerveja para nós. Ele estava na cozinha e eu, bem safadinha e com o tesão que tava, resolvi ficar só de biquíni. Quando ele voltou. Levou um susto quando me viu com aquele rabão olhando pela janela e de bunda virada para a porta. Ele colocou a garrafa na mesa e mais que de pressa, se posicionou ao meu lado e disse: "Que bunda gostosa, ein!" Eu virei, dei um sorriso e disse: "Quer experimentá-la? Além da minha bunda, pode ter meu corpinho." Ele sem pensar, passou a mão pela minha bunda, ficou atrás de mim e começou a beijar minhas costas e minha nuca.

Ele começou a passar a mão nos meus seios e barriga. Depois abriu meu sutiã. E me apertando, me virou de frente pra ele. E começamos a nos beijar. Eu fui colocando minha língua na boca dele. Nos beijávamos com uma enorme vontade. Esfregando nossos corpos. Miguel começou a descer e foi lambendo meus seios, mordendo e chupando com maestria. 
Com uma mão, apertava minha cintura, e com a outra ia passando ela minha xaninha que estava bem depiladinha, como sempre.

Com muita gentileza, me colocou sentada na beira sofá e foi tirando a sunga. Quando ele tirou, percebi que estava certa.. Ele tinha um pirocão enorme. Eu pensei que não iria dar conta daquilo tudo. Além de ser enorme era lindo. Tinha as veias saltadas, com a cabeça quase roxa. Me apaixonei naquela rola. Olhei pra ele e comecei a beijar o pau dele com muita delicadeza. Fui colocando na minha boca. Engoli aquele pau todo. Fui chupando enquanto ele segurava meu cabelo e fodia minha boca com o pau. Eu já sentia minha xaninha ficar molhadinha. Tenho muuuuito tesão em chupar um pau. Eu olhava pra ele o tempo todo. Adoro chupar olhando pro cara.

Ele estava com o pau latejando, bombando na minha boca. Senti ele gozar muita porra na minha boca, quase engasguei. Mas mamei tudinho. Fui sugando até limpar o pau dele. Depois disso, ele foi me beijando da barriga até a parte interna da minha coxa. Foi desamarrando meu biquíni e tirando ele lentamente. Quando ele viu minha xoxotinha rósea, ficou com mais tesão ainda. Miguel foi beijando minha virilha e eu estava ficando cada vez mais molhada. E pedi: "Me chupa, vai!" Ele riu e foi colocando a língua na minha bucetinha que estava latejando de tanto tesão. Ele brincava com meu grelinho. E começou a me chupar com muita força. Me chupava deliciosamente. Miguel dizia: "Goza minha safada. Goza na minha boca. Quero sentir teu melzinho doce". Gozei na boca dele. Ele se desperdiçar nada, chupava minha buceta toda. Eu gemia feito uma cadela no cio.

Miguel já com o pau duro disse: "Então, já posso experimentar seu rabinho?" Eu muito safada, virei de 4 e disse: "Chupa meu cuzinho." Ele mais que de pressa, começou a chupar, lamber e cuspir no meu cu. Meteu logo 2 dedos e ia em abrindo. Logo eu já estava pronta pra receber aquela piroca no meu rabo. Ele cuspiu no pau dele e começou a forçar na entrada da minha bunda. Eu estava com muito medo. Pois a piroca do negão era enorme. Quando passou a cabeça dei um grito de dor. Miguel muito gentil disse ao pé do meu ovido: "Relaxa, Jully. Vou comer seu cu com muito cuidado. Você vai amar" Eu dei um sorrisinho e disse: "Então vai, me come logo."

Ele enfiou o pau no fundo da minha bunda e começou a me foder deliciosamente. AHHH QUE PICA GOSTOSA. Sentia meu cu sendo rasgado. Estava sangrando. Minha pregas haviam sido estouradas. Mas a dor deu lugar ao prazer. Eu comecei a gritar de tanto tesão. E não conseguia dizer nada com nada.
De repente senti a porra dele escorrendo. Ele tinha gozado no meu cuzinho. Ah que gostoso!

Ficamos deitados no sofá para nos recuperar. Quando ele logo estava recuperado, disse que queria minha bucetinha. Começamos as preliminares novamente, mas depois eu conto mais.

Beijos

Postar um comentário

Designed by OddThemes | Distributed by Gooyaabi Templates