DOIS + UMA (1 - Começo)


Esse conto é fictício, nessa vida, eu já li muitos livros, contos, assistir filmes e séries, isso sempre me ajudou, terei como base algumas dessas obras e alguns aspectos da minha vida. Esse conto será em primeira pessoa. Boa leitura!
-------------------------
Dois + Uma
--------------------------
Me encontro em plena escuridão, com foco de luz na minha cabeça, gritava, perguntava:
- Onde eu estou? Como vim parar aqui?
Ninguém respondia, até que avisto um grupo de criaturas estranhas, dizendo:
- Matar, matar!
Eu começo correr naquela escuridão, avisto uma luz, vou até ela, chegando lá, despenco, batia os braços e nada, quando de repente, escuto um barulho: Trim, Trim.
Percebo que era apenas um sonho - ainda bem -, era meu primeiro dia no cursinho, vou ao banheiro, tomo banho, escovo os dentes, me arrumo, coloco um sapatênis com estampa de mustache preto, calça skinny branca e uma camiseta xadrez preta e branca. Coloco tudo que vejo na mochila e saiu correndo, pego o ônibus, chego no cursinho, estava 5 minutos atrasados, vou em direção a uma multidão, onde todos estava olhando a relação de turmas, eu fiquei na turma A. Fiquei olhando para as pessoas, tinha muitos meninos lindos e as meninas, nem se fala.
Estava caminhando em direção à sala, ou melhor, procurando, distraído, me esbarro numa pessoa e cair uma papelada no chão, nem olhei na cara da pessoa, por impulso foi pegar os papeis no chão e toda hora pedindo "desculpas". Quando finalmente levanto, olho pra pessoa, era um menino, um belo menino, ele era branquinho da cor da neve, popularmente dito um PARMALAT, olhos cinzas, cabelos negros, repicados e lisos. (Ele é mais ou menos assim: 

 Trajava, uma calça skinny com tonalidade preta, um coturno preto, uma camisa com caveira e por cima uma jaqueta preta. Ele deu um sorriso, mas que belo sorriso, ele me ganhou de primeira, pois o que me atrai numa pessoa, é o sorriso. Ele disse:
- Não tem nada não, também estava distraído, você é novo aqui?
Eu: - Sim
Ele: - Desculpa, que falta de educação minha, meu nome é Alejandro. E o seu?
Eu: - Meu nome é... meu... meu nome é Uriel.
Ele: - De que turma você é?
Eu: - Da turma A.
Ele: - Eu também.
Eu: - Ainda bem, me mostre onde é. Eu estava procurando, esse colégio é enorme.
Ele: - Me espere aqui, vou na diretoria levar esses papéis.
Continua!
Foi pequeno eu sei, por causa que eu fechei sem querer e está tarde, não deu para escrever mais, não sei se vai dar para eu postar todos os dias, vou tentar postar três vezes por semana. Você está achando estranho o nome da série né? "Dois + Uma", em breve você, saberá o por quê desse nome.

Postar um comentário

Designed by OddThemes | Distributed by Gooyaabi Templates