Uma historia de Amor tempos atuais





Oi sou eu Duda hoje vim lhes contar uma cena de ciumes da Bia no trabalho nos trabalhanos na nesma empresa ela no escritorio e eu com o povo da produçao eu sou do controle de qualidade da salinha onde a Bia trabalha da pra ver tudo la embaixo eu e as meninas da produçao
Essa semana fui trabalhar bem dispojada cabelo preso num rabo de cavalo, calça caindo( meu numero e 38 mas eu gosto de usar 40) cueca feminina regata branca e por cima o jaleco verde. Aqui em Sao Paulo começou a moda do arrocha e é logico que eu tambem comecei a gostar, aprendi a arrochar e tudo eu estava la conversando com as meninas da produçao e nem vi a Bia olhando de la de cima as meninas começaram a cantar Israel Novaes- Carro pancadao e pra provoca comecei a dançar, arrocha pra um lado arrocha pro outro erguendo a regata e tudo mais as mina pira na minha tatu que tenho no lado direito da barriga é um tigre as mina tudo começou a olha eu arrochando sozinha, olhei pra cima e vi a Bia parei na hora de arrocha. Fiquei com medo, gente ela tava com uma cara acho que se ela tivesse uma fuziladora nao ia resta nem um pedacinho de mim. Depois desse episodio fui almoçar a Bia sempre sai comigo so que esse dia ela saiu mais tarde nao sei porque ( acho que ela nao queria me mata na frente das pessoas né kkkkkk), passei o resto da tarde toda olhando pra salinha mas nada da Bia aparecer. Fui pra casa e como a Bia sai mais cedo que eu (ve se pode gente ralo pra caramba entro mais cedo e saio mais tarde), fui direto pro nosso quarto ve se ela tava la ela tava e com uma cara gente ceis nao tem noçao. Ela ligou o som no ultimo pensei agora to morta ligou ate o som pros vizinhos nao escuta . Começou a tocar a mesma musica que as meninas tavam cantando demanha a Bia começou a arrocha e tira a roupa meu Deus fiquei de boca aberta vendo ela dança e tirar a roupa tudo isso pra mim ( acho que nao falei aqui mas a minha mulher tem uma bunda de dar inveja a qualquer uma), ela tava rebolando tao bem. Cheguei por tras dela coloquei a minha mao na cintura dela e a puxei colando os nossos corpos e ela ainda tava rebolando eu tava morrendo de tesao ela se separa de mim e fala
- Ta vendo dona Eduarda é isso que voce tem em casa nao precisa ficar se mostrando pras outras meninas.
Começou a colocar as roupas mas quem disse que eu deixei eu tava quase la so de ver ela dançando. Falei
- voce nao vai me deixar assim e coloquei a mao dela dentro da minha calcinha cueca
Liguei o som denovo e fiz ela arrocha comigo eu atras e ela na frente quando a musica acabou levei ela pra cama terminei de tirar as roupa que ela tinha colocado deitei por cima dela ja sem roupa penetrei um dedo ela gemeu coloquei outro ela gemeu mais alto fui fazendo um vai e vem bm devagar quando senti que ela tava quase la acelerei e meti mais forte ela gozou rapidinho
Me virou ficando por coma de mim e falou
- amor goza bem gostoso ta
Desceu com a boca colada no meu corpo ate a minha menina caiu de boca sem rodeios fazendo força com a lingua em cima do meu clitoris gozei muito e ela me deixou limpinha nos paramos por aqui nao porque queriamos e sim porque precisavamos ir a faculdade

Postar um comentário

Designed by OddThemes | Distributed by Gooyaabi Templates